templatinho ensinando tuito draft

Como funcionará o Draft de Expansão?

O Seattle Kraken está oficialmente confirmado como a 32ª franquia da NHL, após todos os trâmites necessários serem concluídos no último dia 30 de abril. O time pode começar oficialmente a assinar com jogadores e o general manager Ron Francis pode comparecer nas reuniões de GM. Também com isso, as especulações a respeito do tão falado Draft de Expansão ganharam força nesta última semana.

Mas o que é este Draft? Bem, neste artigo vamos tentar responder as principais questões a respeito desse evento tão marcante na liga, que iniciará a trajetória da nova franquia de Seattle. Vamos lá!

O que é o Draft de Expansão?

Um Draft de Expansão é um mecanismo utilizado nos esportes (em especial, os esportes norte-americanos) quando há a criação de uma nova franquia. Através dele, este novo time irá montar o seu elenco para começar a competir na liga em que faz parte.

Como funciona um Draft de Expansão?

A nova franquia precisa selecionar um jogador de cada um dos 30 times presentes na liga, exceto o Vegas Golden Knights que não fará parte do Draft de Expansão. Para isso, as equipes têm o direito de proteger um determinado número de jogadores e devem deixar um determinado número exposto, ou seja, disponível para ser escolhido pela nova franquia.

Esses são os conceitos básicos sobre um Draft de Expansão de uma liga esportiva. Agora vamos para o nosso foco: A NHL e o Seattle Kraken!

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Seattle Kraken (@seattlekraken)

O Draft de expansão da NHL que ocorrerá no dia 21 de julho de 2021, terá as mesmas regras base utilizadas no Draft de 2017, ano da chegada do Vegas Golden Knights. Essas regras ajustadas em relação a Drafts anteriores foi uma tentativa da liga de evitar que a franquia de Vegas nascesse fraca e desinteressante para o público, como costumava ser com franquias de expansões previamente. Aplicando as mesmas regras em 2021, a liga dá um claro recado: queremos uma franquia competitiva nascendo!

Seattle PRECISA selecionar ao menos 20 jogadores com contrato vigente para a temporada 2021-2022. Além disso, a franquia NÃO poderá aplicar buyout em jogadores selecionados até junho de 2022.

Quantos jogadores cada time pode proteger?

As equipes têm duas opções para emitirem suas listas de proteção para o Draft de Expansão.

Cada equipe pode proteger:

  1. Sete jogadores de ataque, três jogadores de defesa e um goleiro OU;
  2. Oito jogadores (ataque e defesa) e um goleiro.
Os times são obrigados a proteger algum jogador específico?

Sim. Todos os jogadores que possuem “no movement clause” (NMC) e não abrirem mão da mesma, precisam ser protegidos por suas equipes e ocupam um dos lugares disponíveis na lista de proteção. Por exemplo: o Minnesota Wild possui dois jogadores de ataque e três de defesa com a NMC em seus contratos. De acordo com as regras, o Wild precisa escolher outros 5 jogadores de ataque para proteger além dos dois com a cláusula e não poderá escolher outro defensor além dos três com a cláusula para proteger.

Quais jogadores não precisam ser protegidos?

Jogadores em primeiro e segundo ano de contrato profissional, assim como jogadores escolhidos nos últimos Drafts e que ainda não assinaram contrato de entrada na liga estarão ISENTOS de uma possível seleção, ou seja, automaticamente protegidos e não contam como uma vaga preenchida na lista. Além disso, jogadores que atuaram em menos de 40 partidas da temporada 2020-2021 ou menos que 70 nas últimas duas temporadas também não precisam ser protegidos.

Quais jogadores deverão ficar expostos para o Draft?

As equipes precisam seguir regras também referentes a jogadores que devem ficar disponíveis.

Um defensor que:

  • Esteja sob contrato para a temporada 2021-2022;
  • Tenha atuado em ao menos 40 partidas na temporada 2020-2021 ou ao menos 70 jogos nas últimas duas temporadas.

Dois jogadores de ataque que:

  • Estejam sob contrato para a temporada 2021-2022;
  • Tenham atuado em ao menos 40 jogos na temporada 2020-2021 ou ao menos 70 jogos nas últimas duas temporadas.

Um goleiro que:

Jogadores com potencias lesões que possam encerrar suas carreiras e que perderam mais de 60 partidas consecutivas podem não ser usados por um time para atingir a quota mínima de exposição, a menos que receba aprovação da NHL. Tais jogadores também podem ser declarados isentos de seleção e receber proteção automaticamente.


Estas são as regras básicas no que se diz respeito ao Draft de Expansão e o que é necessário para se entender o processo que ocorrerá no dia 21 de julho. Porém, como não é segredo para ninguém, a franquia de Seattle pode negociar com as demais franquias, a fim de selecionar um determinado jogador que um time esteja querendo se desfazer. Mas como isso funciona? Bem, vamos voltar ao Draft de 2017, onde o Vegas Golden Knights montou seu elenco e vamos tirar alguns exemplos de lá.

draft de expansão de vegas
Troca envolvendo Marc-Andre Fleury. Foto: reprodução/Vegas Hockey Knight

Algumas franquias obviamente não terão como proteger todos os jogadores que desejam e correriam o risco de perder um jogador importante em seu elenco. Isso abre a opção dessa franquia negociar diretamente com Seattle para que a mesma leve um determinado jogador e receba uma compensação por isso. Um outro caso, são os famosos “contratos ruins”: um jogador já em idade avançada, com um contrato cujo a duração ainda se estende por alguns anos, com um salário alto, que tem impacto direto no teto salarial da equipe. Vamos aos exemplos:

O Columbus Blue Jackets foi a primeira equipe a negociar com Vegas antes do Draft de Expansão em 2017. Com sua lista definida e visando se livrar do pesado contrato de David Clarkson, os Jackets fizeram uma troca onde enviaram:

  • David Clarkson;
  • Escolha de 1ª rodada no Draft de 2017;
  • Escolha de 2ª rodada no Draft de 2019;
  • Deixaram William Karlsson disponível para que Vegas o escolhesse no Draft de Expansão.

O Pittsburgh Penguins vinha de dois títulos seguidos e viu Matt Murray, de apenas 22 anos, surgir e ajudar a conduzir a equipe ao bicampeonato. Marc-Andre Fleury, até então goleiro da franquia desde 2003 já estava pra completar 33 anos e com a necessidade de manter seu elenco de ataque e defesa intactos e proteger apenas um dos goleiros, os Penguins fizeram uma troca com Vegas onde enviaram:

  • Uma escolha de 2ª rodada no Draft de 2017;
  • Deixaram Marc-Andre Fleury disponível para que Vegas o escolhesse no Draft de Expansão.

Então, se aquele seu jogador preferido não está na lista de proteção e seu time tem um daqueles contratos “ruins”, pode ser que nem tudo esteja perdido e o seu GM fará negócio com Seattle para levar algum veterano.

E para saber quais jogadores do seu time tem proteção por causa da cláusula de não movimento (NMC), acessem o CapFriendly, vá até a página do seu time e olhe a coluna TERMS, que fica ao lado do nome do atleta. Veja na imagem abaixo:


Este texto também está em formato de vídeo em nosso IGTV e faz parte de uma série que explica como funcionam vários conceitos da Liga.

Qualquer feedback e dúvida pode ser enviada para nós pelo Twitter ou Instagram!

Share this post

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email