David Pastrnak possivelmente jogará pelos Bruins no jogo de exibição contra os Blue Jackets, em Toronto, nesta quinta-feira. O técnico de Boston, Bruce Cassidy, afirmou após terceiro treino consecutivo de Pastrnak na quarta-feira (29/07):

Então, vou ter uma discussão com ele hoje à noite no jantar. Acho que ele quer jogar. Ele está pronto para jogar. Eu só quero ter certeza de que não estamos nos apressando. Mas no final, eu suspeitaria que ele vai jogar. Vou tomar a decisão final pela manhã, vê-lo no rink para verificar novamente, mas essa é a tendência.

Pastrnak participou de seu primeiro treino com a equipe completa na segunda-feira em Toronto, depois de não fazê-lo desde que o training camp foi iniciado em Massachusetts no dia 13 de julho. Ele patinou com seus companheiros de equipe em um pequeno grupo em 15 de julho. Pastrnak disse na terça-feira (28/07):

Eu me senti ótimo. Estava realmente surpreso. Eu amo o jogo e sempre estarei para o jogo, então isso provavelmente não depende de mim. Vamos ver o que [Cassidy] vai achar disso.

Os Bruins começam o round-robin das qualificatórias da Stanley Cup contra o Philadelphia Flyers no domingo, seguidos de jogos contra o Tampa Bay Lightning (5 de agosto) e Washington Capitals (9 de agosto) que determinarão o seed para os playoffs da Stanley Cup. Os jogos serão disputados na Scotiabank Arena, em Toronto, cidade central da Conferência Leste.

Pastrnak impressionou seus companheiros de linha Brad Marchand e Patrice Bergeron com seu jogo e energia nos últimos três dias. Bergeron disse:

Acho que temos algumas coisas a fazer para alcançá-lo. Ele está ótimo. Como ‘Pasta’, com certeza. Lá fora, parecia como se ele não perdeu um momento.

Marchand destacou:

 Sim, foi um pouco frustrante assistir ele voltar e perceber o quão atrás dele estamos. Então, é divertido tê-lo de volta, a energia que ele traz todos os dias. Tem sido muito divertido.

Pastrnak, que marcou 48 gols empatando com o atacante Alex Ovechkin, do  Capitals, pela liderança da NHL, não joga desde 10 de março, dois dias antes da temporada da NHL ter sido pausada. Ele completou uma quarentena de 14 dias depois de chegar a Boston da República Tcheca, o que o levou a perder os dois primeiros dias de treinamento. Ele teve que completar uma segunda quarentena depois de patinar com um grupo de jogadores locais em uma pista pela área de Boston.

Antes de tudo, eu nunca estive doente, então acho que não fiz nada de errado. Obviamente, isso foi um salto exagerado, e infelizmente o que aconteceu, aconteceu, e eu tive que perder algum tempo. Obviamente, o protocolo é ficar em quarentena, então, infelizmente, tive que ficar trancado em casa por um tempo. Isso não é nada que eu possa controlar. Obviamente, assumo total responsabilidade por minhas ações.

Honestamente, tem sido realmente muito difícil. Vinte e oito dias em quarentena. A parte mais difícil é que eu estava saudável durante toda a quarentena, mas ao mesmo tempo ainda não podia fazer nada. Foi realmente difícil e frustrante ao mesmo tempo. Foi um mês muito longo. Estou realmente feliz que tudo acabou e finalmente voltei com os caras. Senti falta deles. Eles são a razão pela qual voltei da Europa para a América.

Texto traduzido. Para ler o original clique aqui.

Foto: Reprodução/NHL.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *