Finalistas do Norris Trophy são anunciados

Finalistas do Norris Trophy são anunciados

Victor Hedman, Roman Josi e Cale Makar são anunciados como finalistas do Norris Trophy nesta segunda-feira (09).

O prêmio é concedido anualmente ao defensor votado por ter demonstrado ao longo da temporada regular a maior habilidade geral na posição. O vencedor será anunciado como parte do NHL Awards de 2022 durante as finais da conferência ou na final da Stanley Cup.

Reprodução/NHL

Hedman terminou em terceiro lugar entre os defensores em pontuação com 85 pontos (20 gols, 65 assistências), terceiro lugar em gols e segundo lugar em assistências em 82 jogos pelo Tampa Bay Lightning nesta temporada Foi o primeiro colocado em pontos de power play (38), empatado em primeiro em gols da vitória (seis), quinto em chutes a gol (219) e teve um plus-minus de+26. Ele foi 11º na NHL em tempo de gelo por jogo (25:05). Hedman foi o segundo colocado no Lightning em pontos, atrás do atacante Steven Stamkos (106), e liderou seu defensor com 3:35 de tempo de power play por jogo. Ele ajudou Tampa Bay a ficar em sexto lugar em gols contra por jogo (2,78) e em oitavo no power play (23,9%).

Finalista pela sexta temporada consecutiva, Hedman ganhou o prêmio na temporada 2017-18 e terminou em terceiro nas últimas três temporadas. O jogador de 31 anos ajudou o atual bicampeão da Stanley Cup a se classificar para os playoffs pela oitava vez em nove temporadas.

“Bem, certamente é uma grande honra mais uma vez”, disse Hedman. “Para mim, o troféu que mais importa é aquele pelo qual jogamos em equipe, obviamente, mas obter o reconhecimento individual é sempre ótimo. Jogar por esse time é uma honra e sem meus companheiros eu não estaria nesta. Devo tudo a esta organização e aos meus companheiros.”

“Você certamente não dá como certo, especialmente com todos os defensores inacreditáveis que existem nesta liga. Eu tento fazer o melhor que posso em todas as temporadas. Ser indicado é uma coisa, você quer tentar e vencer também, mas no final do dia apenas ser indicado é uma grande honra. Alcançar isso depois (dos 30 anos) é ótimo, mas sinto que estou melhorando com a idade e espero que isso continue”, disse o defensor do Tampa Bay Lightning (51-23-8).

Reprodução/NHL

Josi liderou os defensores em pontuação com 96 pontos (23 gols, 73 assistências), gols de power play (11) e chutes a gol (281) em 80 jogos pelo Nashville Predators, tornando-se o primeiro defensor a marcar pelo menos 90 pontos em um temporada desde que Ray Bourque (91) o fez pelo Boston Bruins em 1993-94. Josi foi oitavo na NHL em tempo médio no gelo (25:33), 11º em pontuação e quinto em assistências. Ele estabeleceu o recorde de pontos em uma temporada pelos Predators e teve pelo menos um ponto em 54 jogos nesta temporada, incluindo 12 jogos com pelo menos três pontos. Josi, que teve uma média de 1,20 pontos por jogo, teve uma sequência de 13 pontos consecutivos de 2 a 27 de março, marcando 28 pontos (quatro gols, 24 assistências), o mais longo de um defensor do Predators, e empatado com Makar por mais tempo por um defensor da NHL nesta temporada.

“Definitivamente é uma grande honra”, disse Josi. “[Ser] Indicado com esses caras também. Quero dizer, obviamente Makar e Hedman, dois jogadores inacreditáveis e caras que eu adorava assistir jogar, caras que eu amo competir. Então é definitivamente uma grande honra ser indicado com esses caras.”

Finalista pela segunda vez, tendo ganhado o prêmio em 2019-20, Josi ajudou os Predators (45-30-7) a se classificarem para os playoffs pela oitava temporada consecutiva.

“Acho que quando você olha para o que ele traz para o jogo, quero dizer, de uma perspectiva defensiva, ele joga minutos difíceis, joga muitos minutos”, disse John Hynes, treinador do Predators. “Eu acho que ele realmente desenvolveu seu jogo naquela área onde ele é um defensor ofensivo de elite que pode jogar em várias situações. Acho que quando você olha para suas habilidades ofensivas, a maneira como ele pode criar, ele é um ótimo patinador. Ele cria na zona ofensiva. Acho que ele tem sido dinâmico no power play este ano.”

“Os três candidatos que estão lá são jogadores excepcionais, excepcionais. Mas acho que você olha para ‘Jos’, o que ele traz para o time, o tipo de ano que ele teve, ele dirige nosso time e o jogo, ele é de elite. Ele está em ótima companhia com os outros dois caras que são candidatos, mas acho que com o ano que ele teve, ele foi espetacular”, afirmou Hynes.

Reprodução/NHL

Makar liderou a posição em gols, marcando 28 para o Colorado Avalanche, e garantiu o segundo lugar, perdendo apenas para Josi, em pontos (86). Ele ficou em segundo lugar entre os defensores com um plus-minus de+48, segundo colocado em pontos em igualdade numérica (52), terceiro em pontos de power play (34), empatado em primeiro lugar em gols da vitória (seis) e foi o segundo em chutes a gol (240). Makar foi o sexto na NHL em tempo médio de gelo por jogo (25:40) e marcou sete gols em uma sequência de cinco jogos de 17 a 26 de novembro, e 21 pontos (três gols, 18 assistências) em uma sequência de 13 jogos de 13 de fevereiro a 8 de março.

“Nem um pouco surpreso”, disse Andre Burakovsky, atacante do Colorado Avalanche. “Acho que ele é o D-man mais dinâmico que já vi e com quem joguei. As coisas que ele faz lá fora, é difícil de acreditar. A maneira como ele patina, a maneira como ele se junta ao ataque, a maneira como ele chuta e a maneira como ele defende, quero dizer, obviamente eu ficaria surpreso se ele não vencesse.”

Vice-campeão do Norris Trophy na temporada passada, Makar ajudou o Colorado a terminar em primeiro na Conferência Oeste durante a temporada regular (56-19-7) e seria o primeiro jogador do Avalanche a ganhar o prêmio.

“Cale, obviamente, (é) meu companheiro de equipe e um (incrível) jogador”, disse o atacante do Avalanche, Mikko Rantanen, ao comparar Makar a Josi. “Acho que os dois são realmente bons defensores. Provavelmente um estilo um pouco diferente. Ambos são muito bons ofensivamente, mas também podem defender bem. Mas obviamente darei meu voto a Cale. Você sabe como ele é explosivo. Vinte e poucos gols, quase 30. Não é fácil para os defensores fazerem isso.”

O defensor do New York Rangers, Adam Fox, ganhou o Troféu Norris na última temporada.

Essa é uma tradução adaptada. Para ler o texto original, clique aqui.

Share this post

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email