Carey Price afirmou que vai levar mais do que um bom jogo dele para que os Canadiens derrotem os Penguins nas qualificatórias da Stanley Cup.

Eu poderia influenciar com um jogo excepcional, mas no final do dia, todos nós precisamos jogar além da nossa capacidade para vencer. Eu vou jogar o meu jogo, tentar não fazer mais do que o necessário. Venceremos e perderemos como uma equipe, e isso sempre foi assim.

Price fez (27-25-6) com uma média GAA (gols sofridos) de 2.79 e Sv% (porcentagem de defesas) de .909 em 58 jogos antes da temporada ter sido pausada devido ao coronavírus. Ele totaliza (348-250-74), uma média GAA de 2.49 e Sv% de .917 em 682 jogos nas suas 13 temporadas da NHL, todas com os Canadiens.

Em 33 jogos contra os Penguins, Price apresenta (13-14-5) com GAA de 2.95 e uma Sv% de .907. Já nesta temporada, (1-1-1) com GAA de 2.32 e Sv% de .929 nas três partidas.

Os Canadiens (31-31-9) entram nas qualificatórias como o seed nº 12 da Conferência Leste. Eles jogarão contra os Penguins (40-23-6), que são o seed nº 5, em uma série de melhor de 5 a ser realizada na Scotiabank Arena, em Toronto, a cidade sede das 12 equipes participantes do Leste. O primeiro jogo acontece no dia 1º de agosto.

Montreal tentará se qualificar para os playoffs pela primeira vez desde 2017, quando perdeu para o New York Rangers no primeiro round da Conferência Leste.

Price disse que enfrentou muitos shots desde que ingressou para os exercícios voluntários em 6 de julho e que continuou no training camp, desde o início em 13 de julho.

Tivemos alguns treinos bastante intensos e todo mundo está se sentindo muito bem agora. Eu acho que isso só vai ganhar tempo. O maior desafio para todos é voltar ao jogo à toda velocidade.

Price disse que gosta do desafio de jogar contra os Penguins e enfrentar os centers Sidney Crosby e Evgeni Malkin. Crosby fez 47 pontos (16 gols e 31 assistências) em 41 jogos nesta temporada; Malkin liderou os Penguins com 74 pontos (25 gols e 49 assistências) em 55 jogos.

Eles sempre tiveram uma equipe excepcional, e jogar contra dois dos melhores jogadores na mesma equipe é um desafio emocionante. Temos um pouco de história com Pittsburgh e já jogamos uma vez antes nos playoffs (Montreal derrotou Pittsburgh em sete jogos nas semifinais da conferência de 2010), e essa foi uma série bastante emocionante de se assistir.

A última vez que Price teve essa reviravolta para se preparar para jogos, que não fosse antes da pré-temporada, foi a World Cup de Hockey em 2016, que ele venceu com a equipe do Canadá.

É meio que o mesmo cenário, entrando diretamente na arrancada.

Price disse que não está preocupado com um training camp de curta duração para afetar seu jogo ou dos Canadiens.

Você apenas tenta ser o mais eficiente possível. Honestamente, não parece que paramos de jogar há tanto tempo. Todo mundo apareceu e estava pronto, todo mundo parecia bem preparado para a possibilidade de voltar, todo mundo parecia estar em boa forma. Nós estamos tentando nos preparar como se tivéssemos acabado uma temporada.

Texto traduzido. Para ler a matéria original clique aqui.

Foto: Reprodução/NHL.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *