Logo NHL Brasil

Equipe começa quente a temporada 19-20, com um olho no futuro e outro no passado.

23-10-2019 | Publicado por: Davi Assumpção

Sabres busca não repetir o colapso da temporada passada

Com um novo treinador, um pacote de talentos dando resultados nesse início de temporada e Jack Eichel confiante, o Buffalo Sabres começou quente, temporada passada foi assim mas não durou muito para acontecer um colapso. 

Nove jogos e o Sabres lidera a Conferência Leste com um 7-1-1 para igualar o seu melhor começo desde a temporada 2009-10. No entanto é difícil esquecer o que aconteceu no ano passado, quando Buffalo liderava a NHL com um recorde de 17-6-2, após uma sequência de 10 vitórias antes de começar a vencer apenas 16 de seus 57 jogos finais.

Eichel em entrevista na noite de ontem antes de sua equipe receber o San Jose Sharks disse: "Acho que crescemos um pouco e não somos vigiados. Acho que você pode aprender muito com o ano passado, mas acho que não estamos preocupados com isso, apenas tentando ser um bom time de hóquei todas as noites.” O capitão do Sabres creditou ao técnico do Ralph Krueger a introdução de um novo mindset e um sistema simplificado para uma equipe que lutou a duras penas durante o mandato de Phil Housley.

Krueger aos 60 anos de idade, é o oposto Housley que exigia da equipe um sistema posicional complexo e quer que seus jogadores joguem com um estilo mais dinâmico e livre.

Embora Housley tenha seu nome no Hockey Hall of Fame e tenha sido o treinador pela primeira vez, Krueger traz consigo uma série de experiências ao redor do mundo. Seu currículo inclui treinar a equipe nacional da Suíça, o Edmonton Oilers e passar os cinco anos anteriores dirigindo o Southampton FC do futebol da Premier League inglesa.

Krueger foi contratado em maio e tornou-se o quinto treinador de Buffalo desde que Lindy Ruff foi demitido na temporada 2012-13, época do lockout e assume uma equipe no meio de uma seca nos playoffs de oito temporadas, a maior sequência ativa da NHL.

O gerente geral Jason Botterill está impressionado com o que viu de uma equipe que até agora lidou com as adversidades. Depois de abrir uma viagem de três jogos pela Califórnia com uma derrota por 5-2 para Anaheim, o Sabres respondeu com vitórias contra Los Angeles e San Jose. A equipe está se beneficiando de um ataque ofensivo equilibrado, no qual sete jogadores marcaram três ou mais gols. Seu powerplay lidera a liga com 11 gols, 6 do novato Victor Olofsson. A defesa de Buffalo tem sido boa, com o veterano Carter Hutton saudável.

Ainda é cedo para cravar um desempenho no ano em que a equipe completa 50 anos, será mesmo que as lições foram aprendidas e mindset provoca mudanças de verdade? Façam suas apostas.


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as para saber o que é impróprio ou ilegal.