Logo NHL Brasil

O atual técnico dos Flames enfrenta graves acusações de ex comandados nos últimos 10 anos e pode ser demitido dos Flames

27-11-2019 | Publicado por: Caique Tomiya

Bill Peters acusado de racismo e agressões contra jogadores

Após a polêmica demissão de Mike Babcock do Toronto Maple Leafs e as revelações de um clima nada agradável nos vestiários devido a atitudes repulsivas do técnico, o mundo da NHL foi abalado mais uma vez por sérias denúncias de abuso por parte de treinadores.

O jogador Akim Aliu, que atuou por Chicago Blackhawks e Calgary Flames na NHL, acusou o atual treinador dos Flames, Bill Peters, de racismo. De acordo com o jogador, o treinador veio até ele nos vestiários e utlizou o termo com "N", que é amplamente conhecido por ser um termo extremamente racista. Aliu destacou que o técnico fez isso devido as músicas escolhidas pelo jogador para ouvir, no caso, hip hop. O tweet original da Aliu gerou imensa repercussão e foi logo confirmado por dois ex colegas de vestiário do jogador. Aliu deu uma entrevista para a TSN na tarde de ontem e deu mais detalhes do ocorrido: 

Ele entrou no vestiário numa manhã pré-jogo e disse: 'Hey, Akim, eu estou cansado de você tocando essa merda de n*****(ofensa racista) aqui no vestiário. Estou cansado de ouvir essa merda de n***** ferrando outros n*****. ' 

Ele então saiu do vestiário como se nada tivesse acontecido e eu juro que você poderia ouvir um alfinete caindo naquele momento. Eu fiquei apenas sentado no meu canto e não falei nada.

Aliu disse que o capitão do Rockford IceHogs (time afiliado ao Chicago Blackhawks) Jake Dowell confrontou Bill Peters sobre o incidente. Dowell se recusou a fazer quaisquer comentários para a imprensa, mas afirmou que está a disposição para contribuir com as investigações. Após o ocorrido, Peters chamou Aliu para falar sobre o ocorrido e de acordo com o jogador, o treinador não se desculpou e ainda voltou a frizar o que disse, afirmando estar cansado de ouvir as músicas que o jogador colocava e que daquele dia em diante eles precisariam tocar novas músicas no vestiário (!!!!!!!!!!!!!). 

Após a partida diante do Pittsburgh Penguins na última segunda (25), o GM Brad Treliving disse que os Flames iriam investigar a as acusações e que somente após isto voltariam a se pronunciar. O treinador Bill Peters não deu entrevistas após a partida. Ainda de acordo com o Calgary Flames, Bill Peters ainda não foi demitido e a franquia continua suas investigações. O treinador não ficará no banco na partida diante do Buffalo Sabres. 

Quando tais acusações ainda era absorvidas pela comunidade, outras surgiram, dessa vez relatando abusos físicos por parte do treinador, em seu período no Carolina Hurricanes. O ex defensor dos Canes, Michal Jordan, postou em seu Twitter um relato de quando for agredito com chutes pelo treinador durante uma partida. Abaixo, os tweets originais e a tradução:
 

1) Never wish anything bad to the person but you get what you deserve Bill.After years making it to the NHL had experience with the worst coach ever by far.Kicking me and punching other player to the head during the game...

— Michal Jordan (@TheBigCzech23) November 26, 2019

2) then pretending like nothing happened...couldnt believe my eyes what can happen in the best league.. happy that i dont have to go thrue that stuff on daily basics anymore.

— Michal Jordan (@TheBigCzech23) November 26, 2019
 Nunca desejei nada ruim para a pessoa mas você recebe o que merece, Bill.  Após anos para chegar a NHL eu tive experiências com o pior técnico possível. Me chutou e socou outro jogador na cabeça durante um jogo e depois fingiu que nada tinha acontecido... não conseguia acreditar no que pode acontecer na melhor liga.. feliz que eu não tenho que passar por isso diariamente. 

 

De acordo com Frank Seravalli da TSN, diversas fontes confirmaram as agressões sofridas por Jordan e outro jovem defensor dos Canes na época. O jogador agredido com socos por Peters pediu para permanecer anônimo neste momento. Ainda na tarde de ontem, mais fontes confirmaram que a liderança entre os jogadores dos Canes na época, levaram os fatos das agressões até o então GM da franquia, Ron Francis e o mesmo nada fez em relação a Bill Peters. 

Per a Hurricanes source -- the player leadership group at the time and other staff members made Ron Francis aware of their concerns about Bill Peters conduct. Obviously - no change was made.

— Mark Armstrong (@ArmstrongABC11) November 26, 2019

Can confirm and will add close relationships spanning decades were ruined because of Francis' decision not to fire Peters. Obviously more to come later. https://t.co/DPAhiCLGaT

— Sara Civ (@SaraCivian) November 26, 2019

Ainda de acordo com Sara Civian, diversas relações de décadas foram arruinadas pela decisão de Ron Francis de não demitir Bill Peters. 

A NHL e o Calgary Flames continuam investigando as acusações contra o treinador e nos próximos dias devemos ter mais atualizações sobre o caso. Não deixem de conferir nosso Twitter (@NHLBrasil) para mais informações!

Fonte: TSN, Sports Illustrated


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as para saber o que é impróprio ou ilegal.