Dale Hawerchuk, o maior pontuador da primeira franquia do Winnipeg Jets, e membro do Hockey Hall of Fame, faleceu, segundo anúncio de seu filho Eric pelo Twitter nessa terça-feira (18).

Dale Hawerchuk tinha 57 anos e lutava contra um câncer no estômago. O atacante passou da marca de 100 pontos na temporada por 6 vezes com o Jets e ajudou o time a ir frequentemente aos playoffs na década de 80. Ele teve o recorde da franquia em gols (379) e pontos (929) até que Shane Doan, capitão do agora Arizona Coyotes, e último membro do Winnipeg Jets original ainda ativo na NHL superou na temporada 2015-16. No momento, a franquia realocada completava sua 20ª temporada em Arizona, depois de sair de Winnipeg em 1996.

Hawerchuk era uma estrela desde que começou a jogar hockey competitivamente aos 4 anos de idade. Ele jogou em Cornwall pela QMJHL, marcando 103 e 183 pontos nas suas duas temporadas nos juniores, respectivamente, ajudando o Royals a vencer a Memorial Cup duas vezes.

Os Jets selecionaram Hawerchuk com a primeira escolha geral no draft de 1981 e ele se tornou imediatamente uma estrela na liga, vencendo o Calder Trophy depois de marcar 45 gols e 103 pontos na sua primeira temporada com 18 anos em 1981-82, se tornando o primeiro jogador na história da liga a atingir 100 pontos com essa idade. Com isso, os Jets tiveram uma melhora de 48 pontos de uma temporada para outra, sendo o recorde da liga na época, terminando em segundo lugar na Divisão Norris e se classificando aos playoffs pela primeira vez.

Hawerchuk alcançou o patamar de 100 pontos em 6 das primeiras 7 temporadas com os Jets, mas não conseguiu traduzir isso em sucesso nos playoffs. Os Jets passaram para a segunda rodada dos playoffs apenas duas vezes em nove temporadas. Dale, no entanto, teve mais sucesso no cenário internacional, ajudando a seleção canadense a vencer a Canada Cup em 1987 e 1991. Ele venceu o faceoff que se transformou no gol vencedor de Mario Lemieux em 1987.

Os Jets então trocaram Hawerchuk em 1990 para o Buffalo Sabres. Ele teve uma média de 94 pontos nas primeiras quatro temporadas com os Sabres até que lesões limitaram seu desempenho para 16 pontos em 23 jogos na temporada de 94-95, que foi encurtada por lockout. Ele assinou contrato com os Blues em 8 de setembro de 1995, mas foi trocado em 1996 para os Flyers em 15 de março.

Hawerchuk ajudou os Flyers a chegar na Stanley Cup Final em 1997, a única vez na sua carreira que passou da segunda rodada dos playoffs. Ele se aposentou logo depois que os Flyers foram varridos pelos Red Wings, por conta de uma lesão degenerativa no lado esquerdo do quadril. Ele encerrou a carreira com 1.409 pontos, sendo 518 gols e 891 assistências em 1.188 jogos na NHL.

Hawerchuk foi eleito para o Hall da Fama em 2001, e o seu número 10 foi homenageado pelo agora Coyotes em 5 de abril de 2007.

Depois de sua aposentadoria, Dale Hawerchuk começou a criar cavalos de competição de salto até que se tornou técnico do Barrie Colts, da Ontario Hockey League. Ele continuou comandando o Colts até que saiu da equipe por razões de saúde em setembro de 2019.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *