Reprodução/Google Imagens

IIHF anuncia mudanças no campeonato mundial de hóquei feminino para 2022

O Congresso Semestral e Geral da Federação Internacional de Hóquei no Gelo (International Ice Hockey Federation ou IIHF) em 2021 em St. Petersburg, Rússia, aprovou uma mudança nos estatutos e regulamentos da IIHF para permitir que o Campeonato Mundial de Hóquei Feminino seja disputado anualmente, inclusive nos anos olímpicos. O Campeonato Mundial de Hóquei Feminino de 2022 será realizado em agosto do próximo ano na Dinamarca.

O Campeonato Mundial de Hóquei Feminino começou em 1990 e se tornou um evento anual desde 1997, exceto nos anos olímpicos. Desde 2014, às divisões inferiores da Copa do Mundo Feminina também têm sido jogadas nos anos olímpicos, mas não na divisão superior, com as equipes participantes dos Jogos Olímpicos criando dificuldades no sistema de promoção/rebaixamento.

IIHF
Reprodução/IIHF

Uma vez que, muitas jogadoras trabalham e estudam, ter dois grandes torneios dentro de dois meses teria causado dificuldades. A solução que será aplicada no futuro é que o Campeonato Mundial Feminino será jogada em março/abril, como no passado, exceto nos anos olímpicos, quando o torneio será organizado em agosto.

A proposta foi aprovada pelo Conselho IIHF, bem como a Comissão de Mulheres da IIHF e a Comissão de Concorrência e Coordenação da IIHF e apresentada aos membros no último congresso em junho e hoje a mudança formal nos Estatutos da IIHF foi aprovada.

“Tivemos muitas discussões com os países interessados. Eles estão sempre nas Olimpíadas, mas não puderam jogar algumas semanas depois, então discutimos se poderia funcionar se jogássemos em agosto”, disse a presidente da Comissão de Mulheres da IIHF, Zsuzsanna Kolbenheyer, ao apresentar a proposta no último congresso.

“Sabemos que após as Olimpíadas muitas jogadoras terminam suas carreiras com um destaque e que dá a oportunidade de trabalhar com novas jogadoras que entram na equipe. Vamos agora falar com potenciais países anfitriões para 2022.”

Além de dar às jogadoras melhores condições para jogar e promover os jogos femininos, outra razão para a nova proposta foram os desafios com a promoção e o rebaixamento, já que as divisões inferiores foram jogadas enquanto no nível superior não houve rebaixamento.

“Tivemos uma boa conversa no Conselho. Queríamos encontrar uma solução a longo prazo porque tínhamos um desafio com a promoção e o rebaixamento a cada quatro anos. Queríamos resolver diferentes questões com esta proposta. É uma solução realmente justa para todos os países que participam”, disse Kolbenheyer.

O Congresso Semestral da IIHF de 2021 também aprovou a proposta da Associação Dinamarquesa de Hóquei no Gelo para sediar o Campeonato Mundial de Hóquei Feminino de 2022 em agosto de 2022.

Nos últimos anos, a Dinamarca foi promovida à primeira divisão e jogou no Mundial Feminino em 1993 e 2021. A terceira vez será em agosto de 2022, em casa, em locais a serem determinados. Discussões com potenciais cidades/sede estão acontecendo.

IIHF
Reprodução/ Google Imagens

Atualizações:

Com a retirada da Austrália dos próximos eventos nas categorias sub-20 masculinas e sub-18 femininas devido a severas imposições na Austrália decorrentes da pandemia de COVID-19, incluindo severos bloqueios em todo o país, a proibição de viajar para outros países e a impossibilidade de vacinação no grupo naquela faixa etária foram ainda questões para ajuste nestes torneios.

A terceira divisão do Campeonato Mundial sub-20 da IIHF, será disputada em dois grupos em Queretaro, México com Israel, Bulgária, Taipé Chinês e Quirguistão no Grupo A, e Turquia, México, Bósnia & Herzegovina e África do Sul no Grupo B.

A segunda divisão sub-18 do campeonato feminino também será disputada em dois grupos no Istanbul Park Arena, na Turquia, em em dois rinques de gelo, de 21 a 27 de janeiro. O Grupo A incluirá a Grã-Bretanha, os Países Baixos, a Espanha e o Cazaquistão, o Grupo B incluirá a Turquia, o México, a Letónia e a Islândia.

O Congresso aprovou Sofia, Bulgária como anfitrião de 2022 para a Terceira Divisão do Campeonato Grupo A que inclui a Ucrânia, Bélgica, Roménia, Bulgária, Lituânia e Hong Kong (China) de 4 a 10 de abril de 2022.

O Campeonato Mundial de Hóquei Feminino de Hóqueide 2022, Divisão III, Grupo B, com Estônia, Bósnia e Herzegovina, Sérvia e Israel, tem atualmente três candidatos para sediar e a votação acontecerá amanhã (23).

Outras alterações:

Outra mudança nos Estatutos da IIHF que os membros aprovaram foi dar ao Congresso o poder de mudar o que consta no livro de regras da IIHF anualmente no futuro.

O congresso também aprovou mudanças em vários regulamentos, entre eles, modificações para o Ranking Mundial IIHF que irá ajustar para o impacto dos torneios cancelados durante a pandemia, bem como potencialmente incluir mais equipes participantes.

Equipes em torneios cancelados, devido à pandemia COVID-19, poderão usar os pontos da classificação do pré-campeonato para entrar no torneio com base nos últimos três anos a partir do campeonato de 2021. O número máximo de pontos também foi alterado de 1.200 para 1.600 pontos devido ao número crescente de equipes que participam do programa do Campeonato Mundial de Hóquei no Gelo. As alterações serão aplicáveis para o Ranking Mundial em 2022.

Este texto, de setembro de 2021, foi traduzido e adaptado. Para ler o original acesse o link.

Share this post

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email