GettyImages-1193889022-e1606328237463

Boychuk dos Islanders encerra a carreira de jogador devido a uma lesão ocular

O defensor levou 90 pontos para fechar um corte próximo à pálpebra em março

Johnny Boychuk encerrou sua carreira como jogador profissional devido a uma lesão no seu olho esquerdo, conforme o defensor do New York Islanders relatou na quarta-feira, dia 25 de novembro.

Boychuk, 36, precisou de 90 pontos para fechar um corte na pálpebra esquerda, causado por um acidente no gelo contra o Montreal Canadiens, no dia 3 de março.

“Minha visão periférica está bem ruim, na verdade,” o jogador relatou. “E acho que eles [médicos] disseram que tive um dano ao meu nervo óptico, dentre outras coisas, mas tem sido difícil processar tudo ao mesmo tempo. Tive que fazer vários testes e tem sido difícil, muito difícil. Quando alguém te fala que você não poderá mais jogar, que não deveria, ou então você vai se machucar sério, está sendo muito difícil mesmo.”

O defensor voltou a jogar no dia 1º de agosto e jogou três jogos durante a pós-temporada, incluindo dois jogos contra o Tampa Bay Lightning na Final da Conferência Leste, apesar de Boychuk ter dito que sabia que “algo estava acontecendo” com o seu olho. Resultados de testes realizados depois levaram Boychuk a ter que parar de jogar.

“Existem alguns danos que foram diagnosticados como irreversíveis, eu acho,” ele disse. “Existem coisas que poderiam me ajudar, mas é algo que não vai retornar e foi isso que me foi passado.”

A lesão em março foi a segunda no olho. Boychuk fraturou um osso orbital quando foi atingido na lateral da cabeça ao bloquear um disco quando jogava pelo Boston Bruins, em um jogo contra o Vancouver Canucks no dia 6 de fevereiro de 2010. O incidente o levou a usar a viseira no capacete.

Boychuk marcou 206 pontos (54 gols, 15 assistências) em 725 jogos na NHL com o Colorado Avalanche, Bruins e Islanders, e 30 pontos (13 jogos, 17 assistências) em 104 jogos dos playoffs da Stanley Cup. Ele ajudou Boston a conquistar a Stanley Cup em 2011.

O que vem a seguir?

O defensor, que ainda tem duas temporadas do contrato de 7 anos assinado em 12 de março de 2015, disse que ainda não tem certeza do que fará agora.

“A lesão me levou a parar, então não sei se estou me aposentando ou se estou em reserva por lesão,” relata Boychuk. “Eu só sei que me levou a não jogar porque, basicamente, não é seguro se eu não conseguir ver o que está vindo [me atingir]. Para o futuro, eu não faço a menor ideia do que fazer. Os últimos dois meses têm sido de idas ao médico e estou tentando pensar no que fazer depois disso, mas não tenho certeza ainda. Eu quero ficar em Long Island, obviamente. Nós construímos uma casa lá. Não temos planos de ir embora. Mas eu ainda não sei.”

Artigo original publicado em NHL.com

Share this post

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email